A arte de tradução nós ensina a ser mais humildes

Anteriormente  eu tenho escrito algo de uma redação do Cláudio Almir Dalbosco da UNICAMP.  Eis quero continuar a explorar os temas introduzidos pelo autor.

Eu estou expondo um pouco mais sobre o segundo pilar nomeado “cidadania universal”. Especificamente, quero escrever mais sobre o exercício de tradução e como ele nos afeta como pessoas.

Dalbosco propõe a ideia de que enquanto nós estamos aprendendo outra linguagem, entendemos nossas próprias falhas caraterísticas. No início sempre vamos ter uma interpretação imperfeita, que por sua vez nos dará uma lição sobre como ser humilde.

Nós nos tornaremos humildes por ter consciência de que, pelo fato de ser humano, cada um de nós encara nossas próprias limitações. Sem correr o risco de errar, nunca poderemos aprender outra linguagem. O processo inteiro é cheio de falhas e desentendimentos. Enquanto aprendemos com nossos erros, também temos que treinar tanto o ato de escutar quanto o de falar.

Em Campinas, comprei um livro, Quase A Mesma Coisa, que discute o ato de tradução. Uma parte do texto descreve a necessidade de estar disciplinado enquanto traduzindo, senão você pode “trair as intenções do texto fonte” (127). É errôneo fazer qualquer tentativa para enriquecer o texto, mesmo que o texto possa ficar mais interessante ou o sentimento expressado possa ser ainda mais aprofundado na segunda linguagem.

Por fim, você tem que estar sempre focado no que você está traduzindo para evitar quaisquer distrações. O aprendizado de outro idioma, e depois a tradução entre dois, requer um foco constante. Este processo está repleto de dúvidas até que a pessoa se sinta confiante em aprender pelo processo de errar.

One response to “A arte de tradução nós ensina a ser mais humildes

  1. Pingback: The Role of Public Reason in the clash between LGBT advocates and true believers | peterabraldes

Leave a comment - Deja un comentario - Deixa o seu comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s