Um estudo sobre o beta do mercado financiero brasileiro

Dentre os archivos aqui existe um estoque pelo menos o duplo do tamanho que fica na forma de rascunho. Até agora isso foi um deles.

O estudo analisou a oferta pública de um conjunto de empresas no Brasil entre os anos 2004 e 2006. Um conjunto de 25 empresas foi utilizado, das quais 19 setores foram representados (classificação NAICS). O que nos interessa é a diferença entre os retornos iniciais e os retornos a longo prazo das empresas brasileiras.

Os retornos iniciais podem ser considerados aqueles que vêm no primeiro dia ou durante o primeiro ano. Cabe dizer que normalmente há retornos iniciais elevados no primeiro dia de negociação (Ritter 2006). Aqui a comparação foi feita entre o preço de fechamento da ação e o preço estabelecido na oferta do primeiro dia de negociação.

Ritter explicou essa situação como dinheiro deixado na mesa. Os retornos iniciais são elevados para que os primeiros investidores ganhem dinheiro de imediato (91).

Além de consistir de poucos anos e incluir um número pequeno de empresas, eu pensei que o trabalho utilizou algumas fontes de pesquisa bem antiquadas para o eixo do seu alicerce. Achei esse ponto o mais problemático para que entendermos bem a situação atual. Já tinham muitas mudanças no mercado financeiro do país entre o ano 2006 e agora. Olha só a lista contemporânea das empresas listadas no mercado finaceiro brasileiro.

É interessante a diferença entre o beta para os mercados financeiros emergentes do beta em paises com bolsas de valores mais estabelecidas. Para o primeiro tipo, o beta é apenas o resultado da regressão em relação às ações que possuem grande concentração (95). Assim o beta nessa situação não pode ser considerado um bom índice para o mercado como um total.  Será interessante saber o que é o beta para o Brasil agora.

A resposta no estudo foi utilizar um beta mais restrito para fazer comparações. Eles usaram um beta baseado nas empresas comparáveis americanas, ajustado para o prêmio de risco global e o prêmio de risco para o país.

As duas etapas da pesquisa foi o custo de capital próprio e a avaliação de múltiplos.

Eis o Country Spread Model (Harvey) usado para determinar o custo de capital próprio:

The Country Spread Model (Harvey 2001) or Goldman Model.

The Country Spread Model (Harvey 2001) or Goldman Model.

Famá e Santiago Filho (2001) citaram alguns múltiplos principais:

Avaliação por Múltiplos desenvolvido por Famá e Santiago  (2001)

Avaliação por Múltiplos desenvolvido por Famá e Santiago (2001)

Os autores usaram o test t para verificar a hipótese de que a média da amostra é maior do que a médio do setor.  Foi concluído que a média da amostra não era maior do que a média do setor ao nível de significância de 5% (p. 114).  O Teste dos Sinais é um teste não paramétrico e foi utilizado para verificar a outra hipótese que a mediana da amostra é maior do que a mediana do setor.  Também não foi encontrado evidência disso ao nível de significância de 5%.

Acredito que outro fenômeno está exercendo a sua influência na valorização das ações dessas empresas.  Pode ser que o dinheiro está deixado na mesa para que os investidores ganharem no primeiro dia.  Também pode ser verdade que a própria demanda dos investidores está causando o aumento do valor das ações.  Eu também acho que as informações divulgados sobre as ações é provavelmente a principal causa dos aumentos e as quedas dos valores dessas ações.  A figura 6 na página 111 nos mostra a média e mediana MAAR (Market-Adjusted Abnormal Returns) em vários intervalos de tempo.

A mediana é a mais alta no primeiro dia, depois do sexto mês e no segundo ano.  Suponho também que a queda do valor mediano caiu tanto no primeiro anivérsario logo depois os investidores estavam decepcionados com os resultados de uma ação olhando agora às ganâncias ao longo do ano inteiro estudado.
Eis o livro de referência: Decisões de Investimentos
Advertisements

Leave a comment - Deja un comentario - Deixa o seu comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s